Umbanda: Força Divina, Amor e Caridade!

Associação Espírita Alfa e Ômega

Rua Augusto Giorgio, 222
São Mateus São Paulo - SP
CEP 03965-050 Brasil
(11) 2018 0879

ass.alfa.omega20@gmail.com

Caso tenha tido alguma benção na Umbanda por intermédio de nossa Casa e queira compartilhar, deixe sua mensagem em Contate-nos. 

Lembre-se que sua experiência pode ser compartilhada e ajudará a renovar a FÉ de muitas pessoas. Caso queira ler os depoimentos de algumas pessoas que já fizeram, clique aqui Depoimentos

 

 

 

 

Quaresma

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Quaresma é um período em que se relembra o período entra morte e a Ressurreição de Jesus Cristo ( Pai Oxalá).

Durante este período é apropriado para penitência e meditação, através da prática do jejum, da esmola e da oração.

A Quaresma dura 40 dias, começa na Quarta-feira de Cinzas e termina na tarde da Quinta-feira Santa, antes da Celebração da Santa Ceia, quando foi instituída a Eucaristia e o Sacerdócio. A quaresma é o tempo litúrgico de conversão, é tempo para nos arrepender de nossos pecados e de mudar algo de nós para sermos melhores e poder viver mais próximos de Cristo.

 

Vivendo a Quaresma: 

Durante este tempo especial de purificação, antes de tudo, a vida de oração, condição indispensável para o encontro com Deus; 

Na oração, inicia um diálogo íntimo com o Senhor, deixa que a graça divina penetre em seu coração; 

Arrependendo-se de seus pecados;

Lutar para se mudar intimamente; 

Jejuar (os Jejuns de quaresma entram a Abdicação da Carne na quarta Feira de Cinzas e Todas as Sexta Feiras de sua Duração)

 

Umbanda e a Quaresma

A Quaresma é Onde Nossos Orixás e Guias de primeira Linha ou Primeiro Escalão param para Avaliação do Ano Espiritual em término, onde traçam o Plano Espiritual para o Ano a Começar.

 

Antigamente os Terreiros Fechavam no período de Quaresma, fechavam na Gira de Cinzas onde os Filhos eram Cruzados Pelos Pretos Velhos Com Cinzas afim de proteção conta Ffuidos negativos e Maus Espíritos neste período e só reabriria na Sexta Feira Santa , onde se iniciava a Vigília , traçava-se um Cruzeiro no Chão com Pemba e o contornava com Velas Brancas , assim velando o Cruzeiro e Rezando diversos Terços até o Estouro de Aleluia.

 

No sábado de Aleluia ao Meio dia Os Pretos Velhos faziam a Incorporação em seus Médiuns , estouravam a Aleluia e faziam o Levantamento do Cruzeiro Velado. Estava cumprida a Penitencia de Quaresma e os médiuns já preparados para a Ceia de Páscoa, porém hoje não vemos mais terreiros que Façam tal ritual por completo.

 

Hoje dentro da Quaresma os terreiros dão Continuidade à Caridade, ato que é ótimo. 

Não se pode atuar com os orixás, falangeiros, capangueiros, caboclos, pretos velhos e erês, mas podemos atuar com as 2ª Linhas ou Linhas de Segundo Escalão, sendo eles os boiadeiros, baianos,marinheiros e os Exus (este ultimo não muito recomendado). 

 

Enfim, dando continuidade a prática da Caridade material e, principalmente espiritual sem esquecer de nos Redimirmos de Nossos Pecados e Falhas.